quinta-feira, 31 de março de 2011

Mais um FLUXO e menos um RESERVATÓRIO

Vivenciamos hoje a sociedade do conhecimento, onde ter o conhecimento é quase tão importante quanto saber onde encontrá-lo ou saber reuni-lo(recombiná-lo), tornou-se um fluxo/processo e esse fluxo é construído pelas próprias pessoas.

Nesta nova era surgem algumas mudanças radicais, quebras de paradigmas são necessários para continuar se atualizando e são lançados alguns novos desafios.

A palavra chave da moda é inovação, empresas como a Google buscam profissionais que tem forte potencial de inovação e as pessoas que la estão são seu maior capital.

"Hoje o conhecimento já é a economia. É o bloco de construção da nova sociedade" - Antonio Mendes Ribeiro

E o maior capital de uma grande empresa hoje de fato é o capital humano.

Enquanto profissional, me questiono: qual é o nosso maior desafio para trabalhar nossa capacidade de inovação?

Ter acesso as ferramentas?

Saber usá-las?

Saber quais são informações relevantes?

etc?

E o feeling, experiência, sentimento, habilidades, talentos, pensamentos intuitivos? São coisas do passado nessa nova estrutura em que as pessoas estão cada vez mais preparadas?

terça-feira, 29 de março de 2011

Direitos Perdidos?

As fontes de conhecimento estão em fase de crescimento: mais sites de pesquisa, blogs, e-mails, sites de relacionamentos entre outras formas de comunicação. A internet não para de crescer e de certa forma fragmentar o conhecimento que antes estava limitado somente às bibliotecas, jornais impressos e revistas. Nós como usuários temos a possibilidade de recombinar, recriar ou até mesmo copiar as informações sem prestar satisfação ao autor. Como podemos pensar nos direitos autorais no momento que vivemos ?

Mídias: conhecimento e comportamento

A cada dia que passa se torna mais importante o papel da mídia digital no compartilhamento e acesso à informação, antes só encontrada em livros, revistas, jornais e através de relatos e experiências pessoais. Com isso há uma mudança na forma como as pessoas interagem e compartilham conhecimento.Na web vemos isto claramente,os que antes eram chamados de “leitores” se transformam em “seguidores” e até “autores”, porque a facilidade de publicação nos dias de hoje é imensa, os meios de publicação de mídia digital são incontáveis (redes sociais, blogs, wikis...) e os recursos são inúmeros (vídeos, animações, gráficos, tabelas,mapas mentais,imagens, texto, som....).Com isso um vasto acervo de dados e informações encontra-se disponível em qualquer lugar ,para qualquer pessoa e a qualquer hora,podendo as mídias portanto serem consideradas colaborativas.As mídias tradicionais(hierarquicas)como jornais e revistas e as sociais(dinâmicas) como as aplicações a web até o momento se complementam e coexistem.Devido à sua popularização, cada vez se torna mais importante para as empresas voltarem sua atenções para as mídias, atingirem diretamente seu público alvo,e manter sua "imagem limpa" nas mídias,o que nos faz pensar: Além de sua importância para o compartilhamento e divulgação da informação,qual o impacto do conhecimento disponibilizado nas mídias digitais no comportamento do "seguidor" ou consumidor(no caso de produtos,seviços, empresas....)?

segunda-feira, 28 de março de 2011

Abundância

Atualmente produzimos e consumimos mais informação do que nunca. O conhecimento que antes ficava restrito aos livros, armazenado em bibliotecas, está espalhado por todas as mídias.

A mídia que mais dá acesso à informação atualmente, com certeza é a internet. O conhecimento está disponível sobre praticamente qualquer assunto e a produção parece ser cada vez maior.

Ao mesmo tempo, parece haver em todos os lugares cada vez mais cobrança por novos conhecimentos. Quem não se mantem informado nem procura novos conhecimentos corre risco de se tornar "obsoleto".

A dúvida é como acompanhar esse excesso de informação. O que podemos fazer para gerenciar todo conhecimento num mundo que muda cada vez mais rápido?